ANTONIO MENDES DA SILVA FILHO

Doutor em Ciência da Computação (UFPE)

 

 

compartilhe... indique este artigo aos amigos

Bookmark and Share

 

 

Tecnologia a serviço do ser humano

Antonio Mendes da Silva Filho

 

“Any sufficiently advanced technology is indistinguishable from magic”.

Arthur C. Clarke

 

Recebi um email de uma pessoa que questionava se a tecnologia ajuda ou não a aproximar as pessoas. E, responder a essa pergunta é a proposta desse artigo. Pergunto a você leitor: A tecnologia está a (des)serviço do ser humano?

Ao tentar responder a essa questão, estou considerando principalmente as tecnologias de comunicação.

Parece haver um exagero em termos uso da tecnologia. Segundo dados da Anatel (www.anatel.gov.br), o Brasil conta com 151,9 milhões de celulares o que representa uma densidade de quase 80 celulares para cada 100 habitantes. Trata-se um percentual bastante elevado. Ainda, dados da Anatel de 2007 indicam que há pouco mais de 52 milhões de telefones fixos instalados. Essa notória diferença entre a quantidade de linhas fixa e celulares se deve, principalmente, à praticidade e comodidade de poder se comunicar em qualquer momento e de qualquer lugar com outra pessoa.

Numa pesquisa feita pela empresa de consultoria na área de TI Gartner e divulgada em http://www.itwire.com/content/view/15841/1154/, mais de 2 trilhões de SMS’s (Short Message Service ou mais comumente conhecido com ‘torpedo’) circulariam em todo o mundo em 2008. Embora os números não sejam precisos eles apontam para o uso acentuado de comunicações via torpedo. Esse tipo de prática é muito comum na Ásia e, principalmente, no Japão.

Se considerarmos agora a comunicação e divulgação de informação de informações através de blogs, também verificamos outro fenômeno de comunicação propiciada pela tecnologia. Dados da Technorati (http://technorati.com/blogging/state-of-the-blogosphere/) indicam que há mais de 130 milhões de blogs com aproximadamente cerca de 900 posts (mensagens e/ou respostas colocadas) nos blogs a cada 24 horas. Ainda dentro do fenômeno do blog, tem-se também o twitter (http://twitter.com/) que compreende uma rede social com serviço de microblogging que consiste de blogs com textos pequenos, limitados a 200 caracteres, possibilitando que informações sobre determinado tema sejam atualizadas (pelo usuário), tornando-as públicas para um universo de pessoas definidos pelo usuário. Já o twitter permite que seus usuários atualizem informações, comunicando-as vias SMS, mensagem instantânea ou email. Esses recursos foram muito bem utilizados durante pelo atual presidente dos EUA durante sua campanha em 2008.

Para completar os dados acima, segundo a Internet World Stats (http://www.internetworldstats.com/stats10.htm), o Brasil tem cerca de 50 milhões de usuários de Internet, o que corresponde a aproximadamente 26% de sua população (estimada em quase 192 milhões de habitantes). Esses usuários da Internet fazem uso de correio eletrônico, Messenger(br.msn.com/), Skype(www.skype.com), dentre muitas formas de comunicação. E, agora, pergunto novamente: A tecnologia está a (des)serviço do ser humano?

A resposta é sim. A tecnologia, se não puder ajudar, não atrapalha. Ela está a serviço do ser humano, procurando encurtar distâncias, permitindo que as pessoas possam se comunicar em qualquer instante e de qualquer lugar. Nunca em qualquer outro período da história houve tamanha quantidade de comunicação entre as pessoas. A tecnologia deve ser vista como ferramenta que apóias as atividades humanas e, mais ainda, a comunicação.

Todavia, nada me surpreende mais do que a homem porque perde muitas vezes tempo e até saúde na ansiedade de estar conectado todo o tempo em todo o lugar e, por estar tão ansioso de receber mensagens, emails, ver atualizações em blogs, twitter, acabam não vivendo de modo salutar, e, porque não dizer, perdendo a oportunidade de desfrutar de uma conversa tête-à-tête com outras pessoas.

A tecnologia existe para ser utilizada, explorada, automatizando tarefas repetitivas, e proporcionando ócio que permite as pessoas aproveitarem o tempo livre com novos aprendizados e lazer. Perceba que email, messenger, blogs, twitter, e tantos outros recursos tecnológicos são ótimos. Mas, não se pode esquecer que são ferramentas. Entretanto, deve-se evitar a obsessão e seu uso requer cautela. Afinal ninguém quer se tornar dependente dela. Saber utilizar bem o tempo é uma arte. Lembre-se de que a vida é feita de escolhas. Você faz suas escolhas e suas escolhas fazem você. Portanto, faça da tecnologia uma ferramenta aliada sua.

Para finalizar, há uma outra tecnologia que foi lançada pela Amazon (www.amazon.com) em 2007 e cuja versão 2.0 foi lançada nos EUA em 23 de fevereiro (http://www.wired.com/reviews/product/kindle2). Trata-se do Kindle 2 que é um e-book (ou livro eletrônico) o qual permite o usuário fazer download de livros da rede da Amazon. Trata-se de um equipamento portátil que o usuário pode levar facilmente a qualquer local e com excelente qualidade na resolução do display. Mas, cabe destacar aqui um de seus recursos que é a possibilidade do conteúdo do livro ser lido numa voz masculina ou feminina (selecionada pelo usuário). Isso é algo fenomenal para as pessoas com deficiência visual (que ainda não dispõe de livros em libras). Portanto, mais um exemplo de ter a tecnologia a serviço do ser humano.

Leitores interessados no tópico podem encontrar mais informações nos sites:

Internet: conectividade e comportamento humano

Internet: catalisador da Educação e Comunicação

Internet: ferramenta de colaboração

Telefonia Celular e Internet: a Internet em suas mãos

Blog: Comunicação, Informação e Ética

 

versão para imprimir (arquivo em pdf)

 

incluir email
cadastre seu email e receba a REA
E-mail:
participe
 
  

clique e acesse todos os artigos publicados...  

http://www.espacoacademico.com.br - © Copyleft 2001-2009

É livre a reprodução para fins não comerciais, desde que o autor e a fonte sejam citados e esta nota seja incluída